quinta-feira, 15 de outubro de 2009

“O professor”


Na primavera dos sonhos
Cultivei perseverança vingaram
Botões risonhos como rosas de
Esperanças ao professor.

Hoje é um dia de esperança
Renovadas os professores
Querido tem a honra de
Oferta a fonte encanecida.

É o Inverno que espera perdão.
Senhor, se agora te peso aplauso
Para Catia querida tão apaixonada
E perdida hoje os aplausos pra ti.

Que nesta paixão tão risonha vive
Um grande momento será que só
Você ou outras assim com você há
Também perdida de paixão ao viver.

Parabéns por este dia não sei mais o
Que fazer é uma síntese perfeita da
Primavera florida não te oferece rosas
A melhor e mais sorridente quando se
Enfeita é perfeita mãe querida também nela há!
Autora: Fátima Araújo.15/10/2009

Na primavera dos sonhos
Cultivei perseverança vingaram
Botões risonhos como rosas de
Esperanças ao professor.

Hoje é um dia de esperança
Renovadas os professores
Querido tem a honra de
Oferta a fonte encanecida.

É o Inverno que espera perdão.
Senhor, se agora te peso aplauso
Para Catia querida tão apaixonada
E perdida hoje os aplausos pra ti.

Que nesta paixão tão risonha vive
Um grande momento será que só
Você ou outras assim com você há
Também perdida de paixão ao viver.

Parabéns por este dia não sei mais o
Que fazer é uma síntese perfeita da
Primavera florida não te oferece rosas
A melhor e mais sorridente quando se
Enfeita é perfeita mãe querida também

nela há!
Autora: Fátima Araújo.

15/10/2009