sábado, 2 de maio de 2009

MEU RETRATO


Hei de sonhar com aquele que um dia
Meu retrato o entreguei,nas lendas que
Criei no vale da vida a verdade busquei,
Pelo o amor entreguei.
Porém na sombra que o retrato fez eu
Sonhei já que um dia entregue o retrato
Meu a natureza canta nunca mais eu
Encontrei-te a alma que pensei.
Ser mais que alma gemia nunca encontrei,
minha lágrima goteja em forma de gotas
queridas a Deus eu mim entreguei.
Com á ausência do meu retrato busquei
Esconder o feio que a vida no leito da mãe
Daria que a verdade encontrou na fonte pura da poesia.

Autora: Fátima Araújo.