quinta-feira, 9 de julho de 2009

O POETA

O POETA SE BASEÁ NA PROCURA,
EM TUDO OU NADA VER ARQUITETURA
DAS NUVENS NA MADRUGADA DE
OUTONO.

NA COSTA SUBLIME DA VIDA O SOL,
REINANDO NO CÉU BATE NO TOPO
DA MONTANHA REVELANDO AGUE
VEIO.

A LUA CHEIA QUE BRILHA NO TELHADO
DO VIZINHO NO ESPAÇO PARA MIM O
AZUL DA NOITE É CLARA COMO O VÉU
ONDE O SONHO QUE EU POSSO VER.

TEU CORPO MIM AQUECE TEM ESTÁ
GRAÇA DE LUAR QUE SURGE NUA
DO MAR!LÁ POR TRAZ VEM O SOL
BRILHANDO NO TEU PASSO QUE
AMANHECE.


FÁTIMA ARAÚJO.