quinta-feira, 9 de julho de 2009

O QUE ERA?


As Artes contentes eu canto o canto da terra

Brilhante de longe ela vem com traços predefinidos

Que encanta ao conto é arte feliz ,pois ela cedeu

Com brilhos e brilhos nos pinceis procuro o encanto.

Que o cedemos feliz e contente pois,aqui estava

As artes do faz de conta o que eras tu no passado

Contente agora! Eu estou pois, na face da velha

Desfaça com traços que trilha na jovem.

Não precisa mais quem é a bela que fica contente

Sorrindo que é a velha senhora que fica mais bela

Que a vida da jovem senhora que canta o canto da vida.

Mas que era da vida feliz, contente no brilho das.

Artes com traços marcante da procura e na hora

Marcada vai embora esta jovem senhora.

Autora: Fátima Araújo.